Exú

 

E X Ú – O Mensageiro dos Orixás

Èsù é um Orirá africano, também conhecido como: Exu, Esu, Eshu, Bara, Ibarabo, Elegbara, Eleggua, Akésan, Igèlù, Yangí, Ònan, Lállú, Tiriri, Ijèlú, Na nação de angola ou candomblé de Angola Exu recebe o nome de Aluvaiá, Bombo Njila, Pumba Njila.

Exú é sem dúvidas a figura mais controvertida dos cultos afro-brasileiros e também a mais conhecida e comentada. Há antes de mais nada, a discussão de que  Exú seria  um Orixá ou apenas uma entidade diferente, que ficaria entre a classificação de orixá e ser humano. Sem dúvidas ele trafega tanto pelo mundo material (ayé) onde habitam os seres humanos e todas as figuras vivas que conhecemos, como pela região do sobrenatural (orum), onde trafegam os orixás, entidades afins e almas dos mortos. Não existe culto (seja na Umbanda ou nas nações do Candomblé) onde não se faça necessária a presença do Orixá Exú. É ele que inicia todo processo espiritual de contato com os Deuses do Panteão Africano.

É o primeiro orixá a ser louvado em qualquer culto afro-brasileiro, pois depende dele a permissão para que se possa fazer o contato necessário  com o mundo espiritual. Exú é o telefone que liga os planos material (ayé) ao plano espiritual (orum), e da mesma forma que faz essa comunicação, Exú também tem o poder de interromper a mesma, causando várias vezes dificuldades de incorporação e problemas de ordem espiritual. Por isso, a grande maioria dos Zeladores do Santo prega a seriedade e a ordem no início dos cultos quando se louva a Exú.

Embora culturalmente seja muito falado e confundido por vezes com forças malignas ou negras, Exú é alta patente dentro do mundo dos Orixás, recebendo “status” de alta autoridade. Orixá quase sempre sem noção do poder que possui, Exú é freqüentemente lembrado em lendas onde desafia orixás e algumas vezes torna-se vencedor. Esse poder foi traduzido mitologicamente no fato de Exú habitar as encruzilhadas, passagens, os diferentes e vários cruzamentos entre caminhos e rotas, e ser o senhor das porteiras, portas, entradas e saídas. Isso não entra em contradição com o fato de Ogum, o orixá da guerra, ser considerado o senhor dos caminhos. Além da grande afinidade entre as duas figuras míticas (que são irmãos de acordo com as lendas), Ogum é o responsável pelo desbravamento, pelo desmatar e o criar de novos caminhos, pela expansão imperialista do reino, enquanto Exú é o senhor da força (axé) que percorre os caminhos.

Da onde vem a ligação de Exú a um suposto “Diabo” ? Como os  africanos não podiam cultuar seus deuses em liberdade, mascaravam a prática em cultos católicos, como se tivessem se convertido a religião dominante, para escapar dos castigos. Aproveitando que alguns jesuítas tentaram usar o conjunto de mitos africanos moldando-o na medida do possível às configurações católicas para apressar o aculturamento, os negros faziam completos cultos de candomblé, mas colocavam figuras de santos católicos nos altares, sob os quais ficavam os assentamentos verdadeiros dos orixás que tinham trazido da África ( onde surgiram os sincretismos com os Santos da Igreja Católica – para os Africanos Ogum era o Deus da guerra e viram em São Jorge a figura de um guerreiro que se encaixava no perfil da divindade africana). Como precisavam de um Diabo, os jesuítas encontraram na figura de Exú o orixá que poderia, meio forçadamente, vestir a roupa, provavelmente porque, sendo o mais humano dos orixás, a ele se pedia interferência nas questões mais mundanas e práticas, o que resulta que a maior parte das oferendas do culto vá para ele. Exatamente por isso, Exú era a divindade que protegia, na medida do possível os negros dos repressivos senhores. Os pratos de comida oferecidos ritualisticamente (ebós) para Exú eram deixados nas encruzilhadas  próxima  a casa grande e constituíam a parte visível do ressentimento  dos negros. Era para Exú que pediam desgraças para seus senhores. Numa circunstância de luta, aquele que pratica o bem para um (atacando o outro) também pode ser visto, pela ótica do antagonista, como o que faz o mal. Assim , os senhores de engenho viram em Exú o Demônio que os negros lançavam contra eles. Dois outros fatores associam Exú ao Demônio: o fogo, elemento do Diabo e também freqüente nos cultos e oferendas para o mensageiro dos orixás africanos; e o sexo, território considerado tabu pelos católicos, e o prazer – em geral, as atividades preferidas de Exú.

É Exú quem está presente no ato da fecundação, no exato momento da criação do ser humano ( Exú tem as égides no ato da fecundação, passa para Oxum que conduz toda a gestação, esta por sua vez passa para Nanã no ato do nascimento para que esta peça a Oxalá a autorização para a nova vida, após o nascimento a responsabilidade é do Orixá que tomará conta daquela ori (cabeça) pelo resto da sua existência juntamente com Yemanjá, por ser esta a responsável pelo constante aprimoramento do ser humano.

Exu traz nas mãos o Ogô ou Insígnia. Cetro em forma de pênis na representação da procriação dos seres humanos.

Características: Os omo (filhos) de Èsù têm uma personalidade muito forte e marcante, fazem de tudo para ajudar as pessoas que gosta. São fortes e geralmente atingem seus objetivos. São francos, inquietos, rápidos, atentos. Tem muita vaidade e gostam de disputar espaço. Na Astrologia, está associado aos signos de Gêmeos (Mercúrio) Casa 3 e a Escorpião (Plutão) Casa 8. Devem sempre se afastar de brigas, bebidas, drogas e más companhias.

Homens: sempre altos, com bom porte físico e olhar fixador. Mulheres: estatura média, olhar forte, com corpo bem definido, esguio.

A palavra EXU em iorubá significa “ESFERA”, aquilo que é infinito, que não tem começo nem fim.

***Gostaria de salientar que as características, animais e ferramentas podem obter uma pequena diferença conforme cada Nação, assim como os adjuntós e sincretismo, estas diferenças podem ser manifestadas, no jogo de búzios, como peculiaridades de cada Orixá.

Cores: Vermelho (ativo) e preto (absorção de conhecimento)

Domínios: Encruzilhada, portas, caminhos, movimento, cosmo.

Saudação: Laroiê Exu (“Salve Exu”), Alúpo ou Lalúpo; Èsù yè, Laróyè (Salve Èsù).

Dia da Semana: Segunda-feira

Símbolo: Ogò (porrete em formato de okani (phalus)–representando a fertilidade) e àdó (cabaça) e o Òkòtó (uma espécie de caracol).

<!–[if gte vml 1]> <![endif]–><!–[if !vml]–><!–[endif]–>

Qualidades de Exu

Exú Elegbára

*Senhor do Poder*
Conhecido como Elegbára (ele=dono, senhor ; agbara=poder), contém muitas definições e funções:


Exú Yangi

pedra vermelha de laterita, primeira protoforma existente – água + terra –

Exú Àgbá

pai-ancestre (representação coletiva de todos os exús individuais)


Exú Obá

rei-de-todos

Exú Alakétu

título dado a exú pelos kétu da Bahia – rei do povo Kétu


Exú Elebo

senhor-das-oferendas


Exú Ojìse-ebo

encarregado-e-transportador de oferendas


Exú Elérú

senhor do erú (carrego)


Exú Olòbe

proprietário e senhor da faca


Exú Enú-gbárijo

explicitador de mensagens


Exú Bara

o rei do corpo (obá + ara)

(princípio de vida individual)


Exú Odara

aquele que guia (mostra o caminho, vai na frente)

 

Indíce de Imagem de Exú e Pomba Gira – Click

Pontos Cantados de Exú e Pomba Gira – Click

Anúncios

11 opiniões sobre “Exú”

  1. é om certeza vcs estão com a razão sou de bara tenho 14anos de raspada com todas as obrigaçães arriadas e sou super feliz ñ acredito que neste universo existam pessoas mais felizes como eu sou em todos os aspctos.. mas acima de tido eu agradeço a minha zeladora rosa de inhasâ que me fez vodunce…beijosss e muito obrigada.

  2. ola a todos e mojúba “a benção”,gostaria de expressar a imensa satisfação de ser filho do senhor orixa esú “exú” muito obrigado a tds que respeitão e levam as nações afro- descendentes!!!!,Asè ou “axé!
    Bara kesan vonilé

    1. Me adicione … Sou de Bara kessan gostaria de conheçer alguem da mesma qualidade do qe a minha e vejo que voce essa pessoaa….. Me adicione do faceboook…. Lahryssa fernandes

  3. SOU FILHO DE EXU ORIXA COM IANSÃ,TENHO OXUM COMO TERCEIRO SANTO, DIGA-ME COMO SOU,E SE PRESISO ME DESENVOLVER PARA OBTER MAIS PROTEÇÃO EM TODOS OS SENTIDOS,AMOR,FINANÇAS,SAUDE ECAMINHOS.

  4. Adorei a forma de falar com bastante clareza, parabéns gostaria de ter como apostila para encinamento dos novos arenitos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s