Umbanda

Umbanda é uma religião formada dentro da cultura religiosabrasileira que sincretiza elementos vários, inclusive de outras religiões como a Católica, Espírita e das Religiões afro-brasileiras.

História e sincretismo

As raízes da Umbanda são difusas. Existem diversas ramificações onde podemos encontrar influências indígenas (Umbanda de Caboclo), Africanas (Umbanda Omolokô, Umbandomblé, Umbanda traçada) e diversas outras de cunho esotérico (Umbanda Esotérica, Umbanda Iniciática). Existe também a “Umbanda popular”, onde encontraremos um pouco de cada coisa ou um cadinho de cada ancestralidade, onde o sincretismo (associação de Santos Católicos aos Orixás Africanos, é muito comum).

Não existe uma fonte única que reflita a origem da Umbanda. Cada vertente tem as suas origens e história. Mais recentemente, na década de 1970, aceitou-se que Zélia Fernandino de Moraes teria sido o anunciador da Umbanda atraves do Caboclo das Sete Encruzilhadas em determinados moldes, fazendo com que ela pudesse ser institucionalizada como religião. Porém, o trabalho dos guias (pretos velhos, caboclos, crianças, exus, etc.) é bem anterior a Zélio.

Mantém-se na Umbanda o sincretismo religioso com o catolicismo e os seus santos, assim como no antigo Candomblé dos escravos, por uma questão de tradição, pois antigamente fazia-se necessário como uma forma de tornar aceito o culto afro-brasileiro sem que fosse visto como algo estranho e desconhecido, e, portanto, perseguido e combatido.

Alguns exemplos:

Os fundamentos

Os fundamentos da Umbanda variam conforme a vertente que a pratique.

Existem alguns conceitos básicos que são encontrados na maioria das casas e assim podem, com certa ressalva e cuidado, ser generalizados para todas as formas de Umbanda. São eles:

  • A existência de uma fonte criadora universal, um Deus supremo, chamado Olorum ou Zambi;
  • A obediência aos ensinamentos básicos dos valores humanos, como: fraternidade, caridade e respeito ao próximo. Sendo a caridade uma máxima encontrada em todas as manifestações existentes;
  • O culto aos Orixás como manifestações divinas, em que cada Orixá controla e se confunde com um elemento da natureza do planeta ou da própria personalidade humana, em suas necessidades e construções de vida e sobrevivência;
  • A manifestação dos Guias para exercer o trabalho espiritual incorporado em seus médiuns ou “cavalos”;
  • O mediunismo como forma de contato entre o mundo físico e o espiritual, manifesta de diferentes formas;
  • Uma doutrina, uma regra, uma conduta moral e espiritual que é seguida em cada casa de forma variada e diferenciada, mas que existe para nortear os trabalhos de cada terreiro;
  • A crença na imortalidade da alma;
  • A Crença na reencarnação e nas leis cármicas;

Um Deus único e superior

Deus, em sua benevolência e em sua força emana de si e através dos Orixás e dos Guias (espíritos desencarnados) seu Amor, auxiliando os homens em sua caminhada para a elevação espiritual e intelectual.

Os Orixás

Na Umbanda os Orixás são energias, forças da natureza que estão presentes em todos os lugares, influenciando as pessoas e irradiando energias que mantém o equilíbrio natural dos elementos em relação ao universo.

Uma interpretação mais objetiva coloca os Orixás como energias emanadas da divindade, como subdivisões da unidade perfeita de Deus e não, como muitos pensam, como espíritos que progrediram muito espiritualmente, não necessitando mais do processo reencarnatório, e que para darem continuidade no seu progresso espiritual possuem como missão organizar e orientar uma rede de espíritos com menos progresso espiritual do que eles, ajudando-os a progredirem espiritualmente. Estes espíritos são, na verdade, os guias espirituais.

Cada pessoa está ligada a um desses Orixás e suas características são encontradas em seus filhos, seja na forma física ou, mais evidente, nas características psicológicas e comportamentais a qual a pessoa está relacionada.

Os elementos nos quais se manifestam os Orixás cultuados na Umbanda são:

  • Oxalá -Onipresente, Ogum – estradas e campinas, Oxóssi – nas matas, Xangô – pedreiras, Oxum – cachoeiras, Iansã – ventos e tempestades, Iemanjá – no mar, Olaluaiê – na terra, Nanã – nas águas paradas e da lama dos fundos dos rios e lagos, além da água das chuvas.

Veja Também:

Anúncios

5 opiniões sobre “Umbanda”

  1. Olá boa noite ! Moro em Niteroi e fiquei encantada com esse site q tanto esclarecimente tem trazido a minha vida!!Sou filha de santo em um terreito de Umbanda-Caboclo Pena Branca e eu tenho ficado mt ,mt confusa em estar coinciente e confesso q esse medo me tras um certo mal estar ,a ponto deu estar vendo td e sabendo q naum sou eu…dai fico confusa e meus guias sobem e fico atordoda demais….sei q somos eternos aprendizes na espiritualidade mais queria uma palavra ….e saber quem e a vo vó luiza das almas e minha preta velha ,queria poder saber mais sobre ela!!! Desde ja agradeço o carinho e fiquem na paz e proteção sempre!!!!

    1. Oi, Carol. Gostei muito do que você escreveu. De fato, um dos maiores problemas para os pesquisadores das religiões afro- descendentes é essa mesmo. A Umbanda é muito difusa,difícil de compreender devido à sua enorme abrangência. Escrevi um livro a respeito. Gostaria que você o lesse.Entre no meu blog.

  2. Ola gostaria de saber se tem alguma forma fazer ou uma obrigaçao para q o medio faça para esse tipo de problema gostaria de uma resposta a respeito disso pois tenho esse probleminha eu acho q meu pai de santo esta meio q me enrolando ele falou que iria fazer esta obrigaçao e ainda nao fez se puderem me enviar uma instruçao desde ja agradeço .muito axe a todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s