Os Chackras

Além do corpo físico o ser humano consiste de um corpo espiritual, e este corpo espiritual é composto de vibrações de luzes, as quais são estruturadas em diferentes centros de energia no corpo físico e são esses centros, os Chakras, que afinados podem levar o ser humano a sentir as cordas do amor que unem tempo e espaço entre pessoas.

Chakras são órgãos energéticos que absorvem a energia, transformando-a e redistribuindo-a entre os corpos. Através deles, também, são eliminadas as toxinas energéticas de todo o sistema.

O chakra pode ser considerado, também, como uma “glândula energética” que está relacionada com aspectos da aprendizagem da alma, que tem atuação sobre determinadas partes, órgãos e glândulas do corpo físico.

Nos chakras é onde estão registrados todas as lembranças, traumas, bloqueios e padrões mentais e emocionais condicionantes do passado. São as “glândulas dos sentimentos e dos pensamentos” e representam a personalidade, a maneira de ser e de se expressar no mundo.

O que é chamado de doença no corpo físico é, apenas, um sintoma de uma disfunção no nível dos chakras e dos corpos energéticos. Quando o corpo físico adoece, a disfunção energética já existe muitos meses ou anos antes. A causa da doença não está no corpo físico, mas nos chakras, onde estão os padrões mentais e emocionais, ou seja, a maneira como nós vemos e reagimos às outras pessoas e aos eventos da vida.

Chakras

Localização

Cor

Coronário (coroa)

No topo da cabeça

Dourada, Branca e lilás

Frontal (terceiro olho)

No meio da testa

Azul

Laríngeo

No meio do pescoço

Azul Claro

Cardíaco

Na região do coração

Verde

Gástrico

Na região do estômago

Amarela

Esplênico

Na região do umbigo

Laranja

Básico ou Sacro

Na região do pubis

Vermelha

 

 

Cada chakra possui uma vibração eletromagnética específica, capaz de funcionar como um canal receptor para cada uma das principais vibrações eletromagnéticas macrocósmicas (o que a Física chama de supercordas), os princípios vibratórios que regem o Cosmo.

Os chakras quando se encontram distorcidos ou deformados adquirem, segundo os videntes, uma cor cinza que os impedem de funcionar perfeitamente, alterando profundamente sua produção psíquica. Tais “aderências” são frutos do pensamento negativo, de sentimentos deletérios ou de atitudes não amorosas.

São sete os Chakras principais:

1. CORONÁRIO

COR: núcleo dourado, pétalas violetas douradas

LOCALIZAÇÃO: Acima da cabeça

GLÂNDULA: Pineal

PLEXO: Coronário

É o maior e o mais importante dos centros. Ele afeta toda a função do cérebro, mas está relacionado com a glândula pineal. Por causa da sua ligação com os outros chacras, qualquer perturbação no centro coronário se reflete na maioria dos centros. O “Lotus de mil Pétalas” da terminologia oriental está no alto da cabeça, com cores dos mais diversos matizes e atividade intensíssima.

2. FRONTAL

COR: Rosa/Amarelo e Azul/Roxo

LOCALIZAÇÃO: Entre os olhos

GLÂNDULA: Pituitária ou hipófise

PLEXO: Frontal

Está localizado na fronte, entre as sobrancelhas, e se compõe de 48 raios, dividido em duas porções. É o chakra da intuição e da criatividade, por excelência.

3. LARÍNGEO

COR: Azul-Prateado

LOCALIZAÇÃO: Base do pescoço

GLÂNDULA:Tiróide

PLEXO: Laríngeo

Auxilia o Homem no desenvolvimento da audição de sons provindos do plano astral. Situado sobre a garganta, em frente à cartilagem tireóide, esse chakra tem faixas de freqüências energéticas distribuídas pelos dezesseis raios que o compõem. A glândula produz o hormônio tireoideano para o controle do metabolismo, e a calcitonina, que ajuda a reduzir o cálcio no sangue.

4. CARDÍACO

COR: Amarelo-Dourado

LOCALIZAÇÃO: Entre os Omoplatas

GLÂNDULA: Timo

PLEXO: Cardíaco

Responsável pelo equilíbrio e intercâmbio das emoções (sentimentos). Sobre o coração, este é de um dourado brilhante e se divide em doze partes ou raios. Está ligado às emoções superiores, afetos e sentimentos. Nele residem, por exemplo, a bondade, a afeição, a piedade e também o ódio. Em suma, as emoções sob vontade. As violentas e descontroladas afetam diretamente a fisiologia do coração, que pode sofrer até mesmo uma parada, provocando a morte.

5. ESPLÊNICO ou Plexo Solar

COR: Multicolorido com predominância do amarelo e cor-de-rosa

LOCALIZAÇÃO: A esquerda do diafragma, abaixo da 10ª costela

GLÂNDULA: Baço

PLEXO: Mesentérico

Regula a entrada do prâna no duplo etérico do homem. Localizado sobre o baço, a vitalidade que distribui é superior à do básico, quanto ao nível de freqüência. É o Chakra da vida vegetativa, tem colorido variável.

6. UMBILICAL

COR: Multicolorido: vermelho e verde

LOCALIZAÇÃO: Umbigo

GLÂNDULA: Supra-renais(Pâncreas)

PLEXO: Solar Interno, externo e médio.

Confere ao homem a sensibilidade (intuições e percepções). Situado sobre o umbigo, tem dez raios, também chamados de”pétalas”. De coloração que vai do avermelhado ao esverdeado, está ligado à fisiologia da alma, ao campo das emoções e sentimentos primários, e também ao sistema nervoso – razão porque as emoções violentas paralisam a digestão e repercutem sobre o fígado.

7. BÁSICO

COR: vermelho laranja

LOCALIZAÇÃO: Base da Espinha Dorsal

GLÂNDULA: Supra-renal

PLEXO: Sagrado

Situado na base da coluna vertebral, abaixo do órgão sexual, é o principal modelador dos estímulos da vida orgânica e espiritual do homem. Segundo os clarividentes, este chakra – o mais primário de todos – compõe-se de quatro raios de cor predominantemente vermelha. Chakra vital por execelência se ativado (isto é, energizado) acentua-se essa cor, que se torna cada vez mais viva. Neste chakra tem uma energia chamada “Fogo Serpentino” ou “Kundalini”, devido à forma de serpente que toma ao subir ao longo do corpo para vitalizar outros chakras.

Somente uma personalidade equilibrada, dotada de auto-estima e autoconfiança, poderá fazer frente às demandas e restrições impostas pelo mundo moderno com sua competitividade e individualismo crescentes, geradores de estresse.

 

Há uma grande variedade de exercícios para direcionar intencionalmente a energia sutil (Prana) para os diversos Chakras, através do uso intencional da respiração e do relaxamento.

 

Indicados para problemas do sistema nervoso, tais como depressão, fadiga, ansiedade e insônia, estas técnicas de relaxamento são instrumentos valiosos que permitem o alívio das tensões, o gerenciamento do estresse e contribuem para desenvolver no indivíduo a capacidade de usufruir a vida com equilíbrio e espontaneidade.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s