Baralho Cigano – Parte I

Parte I

Lembramos que este é um material de estudo – Nós, do Canto do Aprendiz, não trabalhamos com Tarô, nem opinamos em qualquer experiência pessoal.
Bom Estudo!

carta01-mensageiro
Esta carta, que é relacionada com o Orixá Exú, representa o aviso trazido pela espiritualidade por meio desta entidade. Assim, podemos entender que se trata de um aviso de fonte espiritual, que somente nos é trazido mediante autorização de nossos guias e protetores espirituais. O aviso trazido por este Mensageiro é normalmente de natureza cármica, de experiência espiritual importante, de algum tipo de compromisso ou missão assumida, com relação aos nossos companheiros de jornada, provenientes de nossos mentores ou de esfera espiritual que tenha a devida autorização. O aviso deve envolver nossos companheiros de jornada encarnados ou mesmo desencarnados, espíritos afins ou que possuam laços conosco, com relação às nossas atividades no mundo físico.

Assim, o mensageiro é o elo de ligação entre os homens e os Orixás, pois é ele quem vai levar os pedidos e perguntas à Eles, e depois volta trazendo as respostas. Essa carta, que é também relacionada ao elemento fogo, evoca o dinamisco da comunicação e da solução de problemas.

Interpretação: pode-se interpretar que algo que é esperado ou desejado será atendido, que mudanças estão à caminho, algo que ainda não foi concretizado está para materializar-se.

carta02-obstaculos
Passar por dificuldades é uma condição humana, inerente à necessidade que todos temos de passar por este mundo para aprendermos com nossos erros e acertos. Esta carta representa essas dificuldades, que surgem em nosso caminho com o objetivo de nos testar.

Na maior parte dos casos, os obstáculos são colocados em nosso caminho devido às nossas próprias ações, como uma lei de causa e efeito. Mesmo quando achamos que são os outros que criam situações difíceis em nossa vida, trata-se de algo que está retornando de nossas próprias ações passadas ou de um teste (que muitas vezes nós mesmos pedimos para passar) com o objetivo de verificar nosso comportamento ou habilidade perante aquela situação.

Seja lá qual for o caso, essa carta não deve ser vista como uma carta agourenta, e sim como uma carta que evidencia algo que é completamente natutal em nossas vidas. E como já foi dito pelo nosso irmão maior, não existe uma cruz tão grande que não possamos carregar e, da mesma forma, não existe obstáculo que não possamos superar.

Interpretação: obstáculo ou dificuldade relacionada com um determinado assunto ou setor da vida do consulente, mas que é perfeitamente superável, desde que a pessoa possua a maturidade de entender a situação e agir de acordo com a necessidade. Eventualmente esta carta pode indicar também um atraso na realização de alguma empreitada ou de algo que se deseja.

carta03-mar
Esta carta é relacionada com a Orixá Iemanjá, que é a orixá das águas salgadas e que representa a maternidade. É uma entidade majestosa, bonita e imponente. Representa uma mulher robusta, forte, sensual, de grande fertilidade e generosidade. Generosidade esta que é refletida na fama que tem esta orixá de criar os filos de outros, além de ser excelente mãe de seus próprios filhos. O mar, por sua vez, é energia em abundância, que representa mudanças e, geralmente, para melhor.

Esta abundância é relacionada com uma boa saúde, ou melhora de saúde para quem espera por recuperação; quando relacionada ao organismo, diz respeito aos rins e ao sistema urinário.

O mar também nos remete às mudanças oriundas de viagens, pois sempre representou para toda a humanidade um caminho de partida, capaz de conduzir-nos a qualquer outro lugar.

Interpretação: representa mudanças favoráveis, possíveis viagens. Pode indicar a necessidade de se viajar para resolver uma determinada questão, dependendo da carta com a qual se relacionar. Indica também uma boa saúde ou uma melhora de saúde; dependendo da carta com a qual se relacionar pode indicar a melhora do sistema urinário, ou um cuidado que se deve ter com este.

carta04-equilibrio
Todas as pessoas possuem dentro de si um ponto de equilíbrio, a chamada “paz interior”, um lugar que pertence a cada um, constituindo-se em seu ponto de apoio, seu sustentáculo. Esta luz interior é a centelha que nos foi dada por Deus, constituindo nossa herança divina e que nos acompanhará para todo sempre.

Materialmente falando, este local sagrado pode ser representado pela casa ou local de moradia de cada um, ou seja, o lugar onde podemos recuperar nossas energias e onde nossas coisas estão organizadas e voltadas para nosso bem estar. A carta com a imagem de uma casa simétrica, representando nosso equilíbrio, pode representar também nossos familiares, ou pessoas que vivem muito próximas.

Além dos aspectos relacionados com o lar, pode representar também a casa física, ou uma propriedade que seja muito importante ou central para o consulente, como por exemplo, o prédio da empresa da qual estamos falando, se o assunto estiver relacionado com a organização ou o emprego de alguém.

Interpretação: Representa nosso equilíbrio, o que nos dá equilíbrio ou a necessidade de mantê-lo, de acordo com a carta com a qual estiver relacionada. Pode representar ainda nosso lar, nossa casa física, parentes próximos, pessoas com as quais moramos ou mesmo vizinhos.

carta05-arvores
As Árvores estão relacionadas com o orixá Oxóssi, orixá das florestas e das matas, filho de Iemanjá e de Oxalá. Oxóssi é o orixá caçador, e sua lenda conta que ele foi um grande caçador de elefantes, além de profundo conhecedor da natureza, das plantas e suas aplicações. Ele é guardião das florestas onde vive e dos animais por quem tem extremo cuidado. Com seu grito alto e perfeito, defende também os caçadores de animais ferozes e favorece a caça para aqueles que considera justos.

Na natureza as árvores são detentoras e concentradoras de grande energia, que compartilham entre si e entre todos os animais e plantas que vivem na floresta. Existe assim uma troca de energias, num eterno dar e receber, num ciclo maravilhoso e fecundo.

Interpretação: Comunicação entre as pessoas, compreensão e entendimento; dar ou receber algo, compartilhar o que se tem ou receber algo compartilhado por alguém. Representa a divisão de algo demonstrado pela carta que a acompanha ou, em seu sentido negativo, a necessidade de compartilhar, egoísmo, retenção, estagnação.

carta06-ventos
Esta carta é relacionada a orixá Iansã, uma divindade um tanto controversa e, às vezes, mal interpretada. Iansã tem natureza eólica, e se relaciona com todos os elementos da natureza: com a àgua e o ar, devido à presença da água e do vento nas chuvas e tempestades; com o fogo, relacionado ao raio; e com a terra, que é carregada por esta força da natureza. Esta capacidade de se relacionar com os elementos da natureza é a manifestação divina que está presente em tudo o que Ele gera e cria: sua qualidade transformadora, móvel, renovável e direcionadora.

Assim como a chuva ou a tempestade, nem sempre os ventos são convidados a atuar em nossas vidas: sua energia se manifesta espontaneamente de modo a nos envolver pois possui uma natureza extremamente ativa, impondo sua vontade, mudando nosso caminho ou simplesmente mudando tudo à nossa volta, transformando nossas vidas e trazendo a renovação.

Pelo fato de se manifestar independenmente de nossa vontade, pode nos contrariar, trazendo alguma confusão, desorientação, descontentamento, frutos do nosso apego às situações cômodas ou viciadas nas quais geralmente nos encontramos.

Interpretação: Mudanças não esperadas, novidades ou renovação. Confusão mental, desorientação, turbulência. O consulente deve tomar cuidado principalmente com a interpretação das situações nas quais está envolvido, evitando tomar decisões precipitadas.

carta07-arco-iris
Oxumaré é o filho de Nanã e Oxalá, relacionado à carta do arco-íris. Este orixá é a expressão da renovação da vida e da diluição dos desequilíbrios. Por isso esta energia se torna presente na vida dos seres quando suas ligações ou agregações estão em desequilíbrio ou em desarmonia. Depois de diluídas estas desarmonias, as condições ideiais para uma renovação ocorrem, entrando em ação o seu fator renovador. A associação deste orixá com o arco-íris e com a serpente Dá ocorreu justamente por causa da irradiação diluidora de Oxumaré, que irradia as sete irradiações Divinas e que foram associadas às sete cores do arco-íris.

Pelo fato de estas irradiações se fazerem presentes onde existe o desequilíbrio ou a desarmonia, esta carta anuncia a existência de um problema, ou um desequilíbrio, ou uma desarmonia num determinado aspecto da vida do consulente. Em contato com esta desarmonia, a irradiação diluidora é a que se tornará ativa primeiro, o que significa muitas vezes a diluição ou destruição deste ascpeto desarmônico, representando alguma perda ou aborrecimento, ou mesmo conflitos. Isto pode ocorrer principalmente em virtude do apego que todos nós temos à determinadas coisas ou situações e porque normalmente custamos a abrir mão delas para permitir a renovação.

Interpretação: representa desequilíbrios ou desarmonias existentes na vida do consulente, com o aspecto relacionado, e possível perda ou aborrecimentos sobre a questão. Se seu sentido negativo for acentuado, discussões, conflitos, desestruturação. Importante considerar o aspecto da renovação daquilo que já se encontrava desgastado.

carta08-perdas
Perdas fazem parte da vida, seja ela do tipo que for. Iludem-se aqueles que pensam que possa existir alguém que nunca perde nada. Mesmo o mais afortunado perde eventualmente alguma coisa, o que na verdade é extremamente positivo. Desde crianças já começamos a perder coisas, como a atenção de nossos pais por exemplo, e por toda a vida continuamos a perdê-las. Isso porque é somente através da perda que amadurecemos, é somente através da perda, por mais difícil ou doloroso que possa parecer, é que podemos crescer e nos tornar pessoas plenas e desenvolvidas.

As perdas não ocorrem necessariamente contra a nossa vontade: por vezes ela pode ocorrer também por um processo de esmorecimento, de abandono ou desistência, num processo que pode até ser inconsciente. De qualquer forma, mesmo com toda a insistência que temos eventualmente em manter as coisas como elas estão, as perdas ocorrem, e juntamente com elas alguma contrariedade, revolta, tristeza ou melancolia. Todos esses sentimentos negativos podem ser alternados por um senso de otimismo de que as coisas podem mudar para melhor, pois no lugar de uma perda normalmente ocorre uma conquista de algo novo e, eventualmente, melhor.

É importante observar que normalmente as perdas ocorrem envolvendo coisas que já não possuem mais uma energia apropriada e que está em dissonância conosco, já numa outra vibração, e que por isso precisa ser removida para dar lugar à algo novo que poderá contribuir mais com nossa evolução espiritual. Assim, ao final de um ciclo de aprendizado, de vida ou etapa, muitas coisas podem ser perdidas.

Interpretação: perda de energia própria, perda de coisas materiais, perda de posições.

Anúncios

14 opiniões sobre “Baralho Cigano – Parte I”

  1. GOSTARIA MUITO DE APRENDER A LER E JOGAR CARTAS, PORÉM NAÕ CONHEÇO NENHUMA CARTA DE BARALHO NEM CIGANO E NEM CONVENCIONAL. TODO COMEÇOU APÓS MEU DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL POIS TRABALHO TAMABÉM COM CIGANO. GOSTARIA DE UMA ORIENTAÇÃO

    1. Olá Carlos,
      Seja bem vindo!
      Bem, tem pessoas que lêem cartas através da intuição que recebe, outras já sabem interpretar as mensagens de acordo com as cartas e as posições que elas aparem, já outras usam as duas formas.
      Se você tem interesse em aprender, sugiro que procure alguém que possa ter ensinar ou até mesmo um curso, quem sabe dessa forma as intuições venham com um tempo.
      Boa Sorte!
      Saravá, Carol

  2. gostei bastante desse site e das cartas me deu uma luz.gostaria de saber mais a repeito do seu guaraci,d.joana gunça,seu lourenço légua,cabocla jupira,exu veludo e pombo gira cigana rosa vermelha.

  3. Eu acredito nas cartas mas tanbem acretito que somos nos mesmo que fazemos o nosso destino , temos o livre arbrito para anossas escolhas ,creio que e´asim que rege o nosso universso ,mas foi muito emportante as cartas , elas podem noa ajudar tambem ,foi uma materia de estudo emportamte ..obrigado.. flavia..

  4. Dona tina,pelo amor de deus me explica por quê se entrega pra caboclo;moranga com arroz e camarão em cima?
    OBS: a entrega foi na mata.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s