O que representa a Umbanda na vida das pessoas?

A Umbanda sempre me leva a grandes reflexões e a um turbilhão de sentimentos. Algumas indagações e sentidos sempre rondam meus pensamentos, assim como, acredito, o de muitas outras pessoas.

O que representa a Umbanda na vida das pessoas? Será que a Umbanda representa Desejos, Necessidades, Trocas ou O querer a qualquer custo? Será que representa somente incorporar ou ‘meu Guia sabe tudo’? Será que representa a inconsciência mediúnica caracterizando o médium como uma marionete? Ou, pior, um ser sem possibilidade, força e equilíbrio mental e espiritual para controlar seus impulsos, vícios e vaidades, além de não sustentar a ação de uma Força Superior dominando suas ações?

E como será que a Umbanda está sendo praticada? Será que a Umbanda está sendo praticada somente no dia de gira? Aliás, abençoada a casa que hoje, depois de cem anos, abre seus trabalhos regularmente e semanalmente ensinando e doutrinando seus médiuns e consulentes, deixando de lado a preguiça e o estímulo aos milagres.

Será que, ainda hoje, a Lei de Salva é praticada na Umbanda? Será que ainda temos médiuns e pais-de-santo afirmando que um trabalho espiritual é um ‘ Trabalho’, portanto deve ser cobrado? Será que a política deve ser estimulada dentro da religião como sendo imprescindível para sermos respeitados e como a salvação de nossos direitos?

São tantos ‘serás’ que chego à conclusão de que falta muito para nos considerarmos verdadeiramente umbandistas, afinal a Umbanda vem sendo tão mal trabalhada, praticada e entendida que muito me entristece. Muitos já não sabem ‘o que é’ e ‘o que não é’ Umbanda, ninguém mais sabe ‘o que está certo’ e ‘o que está errado’ dentro da liturgia umbandista e da religião, não se tem mais uma ‘Linha’ a seguir, as ‘invenções’ e ‘criações’ não param de surgir e são, muitas vezes, totalmente desnecessárias, chegando à beira do ridículo.

É inacreditável, mas muitos ainda não sabem que a Umbanda é uma Religião e muito menos conhecem sobre sua doutrina, ritos, rituais e cultura, não sabem argumentar, explicar, defender a sua própria crença, não sabem diferenciar Umbanda de Candomblé ou Quimbanda e outros ainda a tratam como espiritismo ou Umbanda Branca como se houvesse Umbanda Preta, Vermelha, Azul…

E o modo de ver é que: ‘se incorporou, então é Umbanda’ ou ainda, ‘para soluções rápidas e milagrosas, vá à Umbanda’, consequentemente ela é tratada como fenômeno mediúnico apenas, como momento de êxtase ou pronto-socorro.

Estão esquecendo como surgiu a Nossa Religião e para que veio, estão esquecendo as palavras do querido Caboclo das Sete Encruzilhadas dizendo que a Umbanda seria uma religião sem preconceitos e que a humildade seria o prisma da Umbanda, que falará aos humildes, simbolizando a igualdade que deve existir entre todos os irmãos encarnados e desencarnados.

Estão esquecendo os avisos do Caboclo : “a vil moeda vai prejudicar a Umbanda; médiuns que irão se vender e que serão, mais tarde, expulsos, como Jesus expulsou os vendilhões do templo. O perigo do médium homem é a consulente mulher; da médium mulher é o consulente homem”.

E complementa: “É preciso haver muita moral para que a Umbanda progrida, seja forte e coesa. Sejam humildes, tenham amor no coração, amor de irmão para irmão, porque vossas mediunidades ficarão mais puras, servindo aos espíritos superiores que venham a baixar entre vós; é preciso que os aparelhos estejam sempre limpos, os instrumentos afinados com as virtudes que Jesus pregou aqui na Terra, para que tenhamos boas comunicações e proteção para aqueles que vêm em busca de socorro nas casas de Umbanda. Fechai os olhos para a casa do vizinho; fechai a boca para não murmurar contra quem quer que seja; não julgueis para não serdes julgados; acreditai em Deus e a paz entrará em vosso lar”.

Estão esquecendo que a Umbanda como Religião veio sustentada pelo Astral Superior para nos levar a um auto-conhecimento, a uma interiorização e evolução espiritual, conhecendo nossos desequilíbrios e modificando-os, ou seja, uma religião que exige a tão conhecida, porém tão pouco praticada REFORMA ÍNTIMA.

A Umbanda é uma religião tão Divina e significativa que é a única religião que necessita do HOMEM e de seu ÍNTIMO como sendo o centro de tudo, ou seja, se o médium for Bom, sua Umbanda será Boa e Bem praticada, porém se o médium for vaidoso, só pensar em dinheiro, ostentar o poder e a ignorância, a Umbanda refletirá esses aspectos e, infelizmente, é isso que vemos hoje dentro da Umbanda. Percebam que a vida particular de um padre, por exemplo, não reflete em sua religião ou no momento em que está realizando a missa, o mesmo acontece com outras religiões.

Portanto, vale a pena refletir: será que aquele médium que briga durante a semana inteira, reclama, xinga e fala mal de todos e tudo constantemente, bebe, se droga, ostenta o poder, trapaceia, tem a capacidade ou a afinidade de, no dia da gira, incorporar uma Entidade de padrão vibracional elevado? Claro que não! Portanto se quisermos ter uma Boa Umbanda temos que ser Bons médiuns, temos que praticar a religiosidade e a reforma íntima todos os dias da semana.

Percebam como a Umbanda é extremamente Poderosa e Divina! Ela é a única que envolve todas as outras religiões e doutrinas, ela é a única que aceita e alcança qualquer espírito, ela é a única que proporciona a verdadeira evolução do espírito, é a possibilidade de se resgatar as dívidas do passado, ela é a única que proporciona o “Fazer de novo Fazendo Diferente” e quando conseguimos isso rasgamos nossas promissórias do passado e o mais divino é que proporcionamos isso também aos Guias Espirituais, pois quando os intermediamos damos a oportunidade deles também resgatarem seus carmas e praticarem a sua evolução.

Umbanda é sentir o coração bater forte com o grito do Caboclo.

É deixar as lágrimas rolarem aos pés do Preto-velho.

É perceber o corpo arrepiando ao repique da curimba na chegada de Ogum.

Umbanda é emoção, é vida, é mudança de atitude e de valores.

Umbanda é Paz de espírito, é Liberdade, Superação e Convicção.

Umbanda é Fazer de novo fazendo Diferente.

Umbanda é caridade pura e simples.

Umbanda é coisa séria, para gente séria!

Escrito por Mãe Mônica Caraccio

Enviado por email

Anúncios

7 opiniões sobre “O que representa a Umbanda na vida das pessoas?”

  1. adorei, amis infelismente em meu proprio terreiro tem gente que usa uma camisa propagando a umbanda mais age como se tivesse um rei na barriga, achandosse até superior ao ogan da casa e a tudo mais

    1. Axé,
      “Quem espera a mudança vinda de outrem, amarga na ilusão de que sempre esteve no caminho certo”
      salvação, cura…milagre…respostas enfim! é possivel na Umbanda, contudo, o inicio esta em nós, a mudança deve ocorrer de dentro para fora, descobrir quem somos, e que tudo esta contido no TODO e que fazer caridade não é o mesmo que ser caridoso. Se não nos conhecemos intimamente, como podemos esperar que outros nos conheçam. O caminho para o auto-conhecimento e o conhecimento de nossa Divina Umbanda é o estudo, a busca do saber, que, observem…, não esta somente nas publicações consideradas Umbandistas, mas em toda parte, em todas as civilizações, em todas as religiões enfim. Ouso em dizer, que a Umbanda é a maior possibilidade que DEUS, OLORUM, ZAMBI, GADU, Krishna e tantos outros nomes com o qual o Creador se apresente, nos deu para que possamos nos tornar pessoas melhores em busca da evolução espiritual.
      Axé.

  2. Adorei esta mensagem! Ela vem alertar aos mediuns da Umbanda, que devem tomar consciência de que se faz necessária uma reforma íntima enquanto enquanto religião em expansão a passos lentos, e que precisa de mais divulgação da Umbanda nos meios de comunicação, fazendo com que as pessoas entendam que essa religião, elém do exercício constitucional legal, os seus praticantes e seguidores sofrem discriminações de outras religiões e da maioria dos seguementos da sociedade. Enquanto professor e médium praticante, sofro discriminações orais e de olhares de desfeita por colegas, que deveriam dar bons exemplos de aceitação. Só que na verdade a coisa não funciona legalmente na professão da livre expressão religiosa. A discriminação religiosa impera em todos os meios da sociedade e cada vez se torna difícil o combate ou mesmo a minimização da mesma. Se faz necessário darmos mais um grito de liberdade, após abolilção da escravatura e da difícil implantação da Umbanda no Brasil. Que Oxalá nos ilumine, nos una nesse combate à discriminação religiosa, e tenhamos uma livre expressão da fé e de fé. Dessa forma temos que acionar os “nossos representantes políticos”, e muito deles nem elegemos, e nada fazem por nós que existimos de fato, mas somos desprotegidos da lei. Busquemos os nossos direitos de liberdade religiosa, ao passos que outras estão bem à nossa frente e muito tempo e alcançando mais espaço na política e na sociedade. Vamos buscar idéias e colocá-las em prática para melhor expandir a nossa Umbanda. Axé!

  3. Eu nao dava muito valor,mas quem me trouxe para relgião foi cabocla mariana que hoje devo muito a ela por te mudado minha vida em tudo,tanto e que passei a cuidar dela tanto que ela e minha mãezona eu tenho um amor muito grande por ela e forte minha ligação com cabocla mariana onde aprendi muito com ela por causa dela vou em qualquer lugar a qualquer hora.Quando meu pai de santo recebe ela a primeira coisa ela manda me chamar.Mas depois que comecei a me desenvolver não tive mas tempo de ficar cuidando dela sinto muta falta e e ela também mas mesmo assim esse amor que tenho por ela ninguém há de me tirar sera que isso e uma doença

  4. Ela é como se fosse uma joia rar em minha vida, minha guia de tds as hrs….
    hj estou desenvolvendo no vale do amanhecer e pretendo estar com a sua presença….

  5. Salve, nossa Senhora da Conceição.
    Mãe Oxum! Salve!
    Através desse site e de meus orixás não cometi um suicídio, pois as coisas estavam muitos ruins. Consegui com a pureza das águas limpar todo meu caminho e meu espírito, voltar a trabalhar e seguir em frente através do ensinamento do Canto do Aprendiz.
    Estou feliz, no decorrer da vida eu conto mais, amigos leiam e entendam tudo que temos que passar, que ninguém passa por voce, basta ter fé e pedir com o coração.
    Axé, Axé e muito axé para todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s