Água de Céu – Georgia Cardoso

Queridos Irmãos,

Compartilho com vocês o trabalho da querida artista plástica e poeta Georgia Cardoso que mostra através das suas telas a beleza interior aonde todos nós nos encontramos. O universo mágico e espiritual se materializa nu e cru, uma verdade simples e concreta, o encontro do sagrado e do profano. Água, terra, ar e fogo dialogam com as cores e com as temáticas que encarnam os mitos, arquétipos e anseios interiores da artista.  Inspirada em suas experiências espirituais, Georgia materializa em suas telas e murais o transcendental e o universo da beleza interior dessa árvore alimentada pela sensualidade e pelo prazer, confessando uma natureza selvagem e uma consciência espiritual que sonham incansavelmente se encontrar.

Vale a pena conferir:

Website: http://georgiacardoso.com/
Blog: http://www.georgiacardoso.blogspot.com.br/

Expansão Horizontal por Georgia Cardoso (Acrílico sobre tela 0,75mX1,90m)
ÁGUA DE CÉU
por Georgia Cardoso
Em mim dos rios de tantos braços, uma seca violenta, um sol fervente, uma luz inebriante, fez dos braços que sonhava em ser açude secar e virar uma terra seca. Nenhuma gota mais de água, nada que se envolve. A seca.

           Um rio, uma consciência, mil braços abertos como uma Deusa que abraça cada homem que acolhe no seu Ventre. Dos braços que secam, num sol castigante, deixam a força do rio para seguir até o mar mais desenvolvida, mais poderosa. Um pedaço de pensamento de abraço que se esvai e sobra espaço, sobra força. Sobra força para seguir, para chegar. Aonde quer que se queira chegar. Rio que vai no mar, rio que vai na cachoeira, rio que vira açude, lagoa.
           Ou braço de rio que seca, e água que não é mais água, que o Sol secou, Ewá levou, virou nuvem, uma idéia que o vento soprou, se segmentou e virou um céu aberto depois que a chuva chove.
           E a gente se lava com a chuva, que um dia foi rio, e agora é água de céu, com as idéias do vento e do ar em cada gota, gotas espiritualizadas, gotas de sabedoria. Gotas de Ifá, gotas de profecia, gotas de liberdade. Gotas de Tempo, gotas de encaixe. Gotas de Oxalá, de bondade, gotas de paz.
           Gotas de preto velho, gotas de caboclos, de deuses. Ideias de amor que gotejam e caem. Que lavam, que amam. É quando o céu abraça a terra.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s