Todos os posts de tinadesouza

Magia Cigana na Ceia de Natal

Iyalorixá Tina de Souza

Tina de Souza – ipsi.brasil@gmail.com

www.tinadesouza.com

MAGIA CIGANA NA CEIA DE NATAL

Sempre me interessei sobre a magia cigana. Depois da entrevista no programa Mulheres, da tv gazeta sobre a magia cigana na ceia de Natal, várias pessoas me enviaram emails solicitando que eu falasse mais sobre esse assunto e como envolver a magia cigana em outros eventos e comemorações, como por exemplo casamento, batizado, festa de quinze anos, etc.

A ceia cigana não precisa necessariamente ter os pratos específicos da tradição cigana, mas o que dará um brilho muito especial e que fará a diferença é a magia cigana que envolve cada detalhe da ceia.
Vamos falar de cada detalhe começando pela toalha da mesa.

A cor da toalha da mesa dependerá da intenção espiritual que será dada. A cor branca representa a paz e harmonia, a cor vermelha a paixão e libido e a cor amarela ouro o amor e a riqueza.
Escolhida a intenção da ceia ou seja a cor da toalha, coloque os pratos, talheres, copos, guardanapos de uma forma que os convidados tenham espaço entre si e que fiquem bem acomodados. Em seguida, coloque os pequenos potes com uvas ao lado de cada prato.

Quando servimos as uvas, ou qualquer outra fruta, estamos servindo o doce da fruta, e não a fruta em si. Servir frutas com sementes representa fartura e abundância a quem oferecemos.
Coloque no centro da mesa um castiçal dourado com velas amarelas, o pão em fatias, um potinho dourado com mel de abelhas e as taças de vinho para cada convidado. As taças formarão um circulo em volta das velas, do pão e do mel. Para as crianças a taça de vinho é substituida pelo ponche de frutas.

O cravo da india deverá também estar presente na mesa, como também o gengibre e a hortelã. O cravo representa o sabor dos deuses, o gengibre e o hortelã no mesmo pote o requinte da liberdade.
As flores amarelas e laranjas deverão fazer parte da decoração da mesa, seja em um único vaso dourado, ou em pequenos vazinhos espalhados pela mesa.
Depois de colocar os pratos que serão servidos na ceia, espalhar pétalas de rosas brancas, vermelhas e amarelas sobre a mesa.

O anfitrião convidará um dos convidados a acender as velas no centro da mesa. Logo em seguida todos levantarão o cálice do vinho sobre as velas, se servirão de uma pequena fatia de pão enquanto fazem os seus pedidos em silêncio. Beber o vinho e comer a pequena fatia do pão simbolizam comungarem do mesmo alimento espiritual.
Músicas ciganas de várias regiões e roupas coloridas e descontraidas darão um toque de alegria e liberdade aos participantes.

No final da ceia o anfitrião dará a cada convidado um saquinho de tecido dourado com algumas pétalas brancas, vermelhas e amarelas. Levar as pétalas representa levar consigo a intenção da ceia, ou seja a paz e harmonia, a paixão e libido ou amor e riqueza para suas casas.

Se você tem interesse em aprofundar esse assunto entre em contato diretamente no meu email:

Tina de Souza – tinadesouza03@gmail.com